Sentir .

No meio de um pedido sem jeito,

Que na altura não fazia sentido,

Pela situação, pelo momento, pelo ambiente, por tudo.

Os teus olhos mexeram comigo,

Fizeram-me acreditar nas tuas palavras,

Por meros momentos acreditei em ti,

Como se te conhecesse desde sempre,

Como se estivesse a fazer um favor a um amigo.

Não pensei no depois, pensei com o coração.

Pensei: E se fosse eu?

Deixei o meu lado mais irracional tomar as rédeas,

Disse-te com toda a certeza que estavas nas minhas mãos,

Que faria por ti o que faço por qualquer amigo.

Não me perguntes, não sei porquê.

Apenas sei que não me arrependo um segundo,

Foi bom conhecer-te numa situação com o mesmo adjectivo das nossas personalidades.

Loucura.

Foi um prazer ser louca contigo,

Foi um prazer ter perdido a noção do tempo no meio da loucura,

Foi ainda um maior prazer conhecer um louco, tão louco quanto eu.

Num mundo que se torna tão pequeno,

Belos são estes momentos,

Que não se pensam, não se arrepende, não se procuram.

Apenas, sentem-se.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s